domingo, 11 de julho de 2010

É como andar de bicicleta!

Ao aprendermos a andar de bicicleta o que mais perseguimos é o equilíbrio. Esforçamo-nos para não balançarmos, seguimos tensos, amedrontados, com toda a musculatura enrijecida, uma verdadeira batalha contra a menor possibilidade de oscilação. Nem para um lado, nem para outro, é o embate. Convencemo-nos de que agindo assim atingiremos a segurança do movimento, perfeito. Contudo, paremos ... O que garante esse tal movimento não é outra coisa se não a oscilação entre os lados?! Movimento, é inerente ao equilíbrio!

Um comentário:

  1. Avany A. S. Nunes27 de julho de 2010 22:19

    Gostei da alegoria tão peculiar que a todos nós um dia, ousamos efetivar, quando tentamos andar de bicicleta.
    Muito interessante a estabilidade causada por forças opostas que lutam para encontrar uma trajetória
    reta.
    Também passamos por essas ocilações, e também concordo com você ser necessário evitar os exageros. Abraços, Avany.

    ResponderExcluir